Considera-se um empreendedor? Já esteve ou está envolvido em alguma iniciativa empreendedora? Conhece algum empreendedor ou participou em alguma atividade relacionada com o tema? Se respondeu que sim a qualquer uma destas questões, a Universidade do Porto quer saber a sua opinião.

Direcionado maioritariamente a empreendedores, mas também a todos os que contactam ou já contactaram com o tema dentro da sua Universidade (via projetos ou iniciativas na área), o projeto NOE (Noroeste Empreendedor) lança um inquérito que tem como objetivo conhecer melhor o ecossistema empreendedor das três universidades parceiras do projeto (U.Aveiro, U.Minho e U.Porto). Os resultados do inquérito vão ajudar formar as bases do Observatório do Empreendedorismo – uma das maiores bandeiras do projeto NOE, que pretende ajudar a caracterizar os três ecossistemas empreendedores em profundidade.

Além de mapear as iniciativas de apoio ao empreendedorismo, dinamizadas pelos beneficiários, ao longo dos últimos anos, o Observatório tem também como objetivo aferir o impacto da Terceira Missão nas universidades participantes no estudo. Através da identificação de casos de sucesso e boas práticas que beneficiem o ecossistema empreendedor, tanto das universidades em geral como das startups em particular, esta recolha de informação vai permitir melhorar as ações de apoio ao empreendedor bem como ajudar a definir novas estratégias de desenvolvimento de negócios.

O inquérito encontra-se disponível online e está aberto a toda a comunidade da U.Porto até ao dia 14 de outubro de 2018. O tempo aproximado de resposta é 15 minutos.

Os dados pessoais recolhidos no inquérito são confidenciais e serão conservados durante o prazo necessário ao cumprimento de todas as obrigações legais que recaem sobre o consórcio constituído pela Universidade de Aveiro, Universidade do Minho e Universidade do Porto. Serão tratados e, posteriormente, divulgados sempre de forma agregada e nunca individual.

Mais informações através do e-mail empreendedorismo@up.pt.

O NOE é um projeto financiado pelo Compete 2020, Portugal 2020 e União Europeia. Os parceiros são as universidades de Aveiro, Minho e Porto.