PROJETOS TERMINADOS

 

 

NOE - Noroeste Empreendedor

Compete 2020

 

 

O NOE – Noroeste Empreendedor tem como objetivo apoiar os empreendedores da Região Noroeste de Portugal. Fá-lo através da disponibilização de um conjunto de iniciativas, ferramentas e mecanismos que permitem auscultar, validar, implementar e acelerar ideias de negócio, com vista à criação de novas empresas, orientadas para o mercado global, em setores considerados emergentes. Este apoio resulta da experiência e know-how das Universidades do Porto, Minho e Aveiro que, no âmbito desta candidatura, vão unir esforços na prossecução de um objetivo comum.
Com a implementação do NOE pretende-se garantir um acompanhamento efetivo e constante aos empreendedores, nomeadamente através do levantamento de informação sobre o impacto do empreendedorismo na comunidade, pela disponibilização de serviços de consultoria e mentoria, bem como através do acesso a redes e parceiros com conhecimentos e experiências reconhecidos.

http://noe.web.ua.pt/

 

 

U.Norte Inova

Portugal 2020

 

O projeto U.Norte Inova visa promover a inovação junto das empresas e indústrias portuguesas. Surge no âmbito do consórcio da UNorte.pt que, com base na Estratégia Regional de Especialização Inteligente desenvolvida pela CCDR-N, visa aproximar a oferta da procura de conhecimento e potenciar a inovação do tecido empresarial, especialmente da zona norte do país.

http://www.unorteinova.pt/

 

 

BIP - Business Ignition Programme

Portugal 2020

 

O BIP - Business Ignition Programme - é um programa de aceleração de tecnologias com o intuito de validar um modelo de negócios viável e potenciar a sua transformação em novos produtos/serviços/processos. A candidatura submetida ao Norte 2020 foi aprovada para apoiar três edições do BIP, com enfoque na área do retalho. O consórcio do projeto é constituído pelos parceiros U.Porto Inovação, INESC TEC e CIIMAR

http://bip.up.pt/

 

 

SOLA - Spin-off Lean Acceleration

RedEmprendia

 

 

 

O SOLA (Spin-off Lean Acceleration) é um projeto internacional para fortalecer as capacidades das universidades em incentivar a criação de spin-offs e startups baseadas em conhecimento. Liderado pela RedEmprendia, e com o apoio financeiro do programa Erasmus + da União Europeia, o projeto reúne a experiência e o conhecimento de oito universidades da Europa e da América Latina com o objetivo de delinear e implementar um itinerário formativo para o pessoal técnico das incubadoras e dos centros de apoio ao empreendedorismo universitário. Nos módulos do SOLA são abordadas questões estratégias para o desenvolvimento de spin-offs e startups universitárias tais como: propriedade intelectual, internacionalização, financiamento, certificações de qualidade, redefinição estratégica ou metodologia lean startup.

http://www.spinoffleanacceleration.org/es/actualidad

 

 

Restartup

Portugal 2020

 

O projeto Restartup pretende identificar e apoiar uma nova geração de startups, com um código genético marcado pelo “Born Global”, tendo por base alguns domínios prioritários definidos no âmbito da estratégia regional de especialização inteligente. Este é um projeto desenvolvido em co-promoção com a Universidade do Porto e a TECMINHO, materializando desta forma a desejável cooperação entre players cuja atividade se complementa, detentoras de um importante histórico na promoção de empreendedorismos de elevado potencial e criação de emprego qualificado sempre com uma visão e ambição à escala global. 

 

 

 

TEJ - Towards a University Enterprise alliance in Jordan

Tempus IV

 

 

A importância das relações entre as universidades e as suas envolventes socioeconómicas tomou um lugar importante na Europa nos passados 20 anos, passando a ser consideradas na implementação do processo de Bolonha. Enquanto, na maior parte dos países europeus, as relações entre universidades e empresas se desenvolveram e intensificaram durante a última década, as universidades jordanas apenas agora começaram a criar estratégias e instrumentos neste domínio. O projeto tem como objetivo estimular o desenvolvimento da cultura de cooperação entre empresas e universidades jordanas, através da promoção de boas práticas na implementação de gabinetes de interface com empresas em 8 universidades do país, da criação de capacidades humanas, da promoção de informação coerente e de estratégias de comunicação entre as comunidades universitárias e os ambientes empresariais, mas também da disponibilização do apoio estratégico necessário à criação de parcerias de longa duração e investigação colaborativa com empresas.

www.tej-jo.eu/

 

 

STAMAR

INTERREG IV B - Atlantic Area Programme

 

O projeto STAMAR pretende contribuir para melhorar a competitividade e a capacidade de inovação das Pequenas e Médias Empresas do setor marítimo do Espaço Atlântico, favorecendo os processos de transferência tecnológica, através da criação de um centro transnacional demonstrador das capacidades e tecnologias aplicáveis ao setor, prestando especial atenção às soluções tecnológicas que facilitem um desenvolvimento sustentável com o meio ambiente.

http://stamar-project.eu/ 

 

NanoValor - Criação de um Pólo deCompetitividade em Nanotecnologia para capitalização do potencial de I&DT na Europaregião Norte de Portugal-Galiza

POCTEP - Programa Cooperação transfronteiriça Espanha-Portugal

O Projeto Nanovalor tem como principal missão reforçar os laços institucionais entre os atores-chave na área da Nanotecnologia das regiões do Norte de Portugal e da Galiza, através da criação e formalização de um Pólo de Competitividade (PCT). Tem como objetivos específicos o envolvimento do setor privado, em geral, e do tecido industrial, em particular, na valorização e capitalização da I&DT em Nanotecnologia na Euroregião Norte de Portugal-Galiza, impulsionar de forma estratégica uma verdadeira cooperação territorial, de forma a que a Nanotecnologia se converta num dos principais motores do desenvolvimento económico e social sustentável da Euroregião e criar uma plataforma inovadora de desenvolvimento, assente num Pólo de Competitividade dinâmico, que se traduza numa clara aposta estratégica coletiva para colmatar a falta de dimensão e experiência da maioria das empresas na exploração e valorização do potencial da Nanotecnologia. As ações principais são: analisar, adaptar e transferir metodologias replicáveis de promoção e desenvolvimento da Nanotecnologia; criar modelos de transferência de tecnologia mais eficazes (adaptados à Nanotecnologia  e à Euroregião); constituir um Pólo de Competitividade dedicado à Nanotecnologia; estabelecer comunidades de I&D e inovação em Nanotecnologia.

 

GAPI3.0

COMPETE/SIAC/2012

 

O principal objetivo do projeto GAPI 3.0 assenta em promover o espírito empresarial e a criação de empresas junto de alunos e investigadores jovens do SCTN, através dos seguintes objetivos estratégicos: OE#1 "Ideias & Competências": Fomento das competências necessárias aos empreendedores (jovens e mulheres) para concretização de ideias/projetos, preferencialmente em áreas de elevado potencial económico (tecnológicas e serviços avançados). OE#2 "Transferência de tecnologia & spin-offs universitários": Identificação, numa fase precoce, de tecnologias e resultados de investigação passíveis de serem transformados em produtos competitivos. OE#3 "Inovação & Modelos de Negócio": Promoção da inovação como forma de afirmação no(s) mercado(s) aquando da criação de novas empresas de base tecnológica e científica.

http://gapi3.ipn.pt/

 

MARECON.PT - Translating marine science into products and services for the Portuguese economy

ON.2

 

O objetivo do Marecon.pt é permitir a identificação / avaliação de tecnologias resultantes dos três projetos de I&D englobados no Programa Integrado de IC&DT (AQUAIMPROV, MARBIOTECH, ECORISK), de forma a delinear estratégias de valorização e comercialização e promover o empreendedorismo na investigação marinha. Pretende maximizar o potencial socioeconómico dos resultados de I&D.

 

 

KTForce - Knowledge Transfer joint forces for efficient innovation policies

INTERREG IV C

 

 

O projeto KTForce envolve parceiros de 6 regiões europeias diferentes (Portugal, Irlanda, França, Alemanha, Roménia e Lituânia) com o objetivo de melhorar as políticas de inovação em cada região parceira aproveitando a experiência mais operacional dos gabinetes de transferência de tecnologia. De modo a atingir resultados relevantes, a parceria foi elaborada envolvendo dois tipos de parceiros por região: um parceiro operacional, especificamente gabinetes de TT, e uma autoridade local ou regional, responsável pela definição e/ou implementação das recomendações para melhoria do desenho das políticas de inovação identificadas no âmbito deste projeto.

http://ktforce.eu/

 

KIMERAA - Knowledge transfer to Improve Marine Economy in Regions from the Atlantic Area

INTERREG IV B - Atlantic Area Programme

 

 

 

O KIMERAA procura desenvolver nichos de excelência no sector marítimo através da criação de pontes e ligações entre os fornecedores de conhecimento especializado e empresas envolvidas em atividades económicas marítimas. Para atingir este objetivo, foi necessário identificar e desenvolver canais para uma eficaz transferência de conhecimento nas regiões do Espaço Atlântico, mobilizando e ligando os diferentes atores institucionais capazes de apoiar empresas inovadoras na economia marítima.

http://kimeraa.eu/

 

Rumo@Europa

SIAC - Programa COMPETE

 

O projeto Rumo@Europa tem como principal objetivo sensibilizar, potenciar e apoiar a participação de empresas, maioritariamente de base tecnológica, em candidaturas ao 7.º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (7.º PQ I&DT) da União Europeia, facilitando a estas últimas o acesso a importantes recursos financeiros orçamentados pelos programas internacionais de I&DT e ao conhecimento e internacionalização pela via de participação em redes e consórcios internacionais nestes domínios.

 

 
 

GAPI - Gabinete de Apoio à Promoção da Propriedade Industrial

Rede GAPI

O GAPI é uma estrutura vocacionada para a prestação de serviços de informação e promoção da propriedade industrial, visando o reforço da competitividade das instituições portuguesas através do estímulo à proteção dos Direitos de Propriedade Industrial.

 

OTIC@UP – Oficina de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento

Pos Conhecimento (AdI)

 

A missão da OTIC da Universidade do Porto é fomentar a inovação através da valorização dos resultados das atividades de investigação da U.Porto, nomeadamente pela identificação e proteção da propriedade intelectual, pelo fomento da transferência de tecnologia e criação de spin-offs e pela promoção da formação em empreendedorismo.

 

 

SUSTENTEC - Transferência e Incorporação de Tecnologias Sustentáveis

Operação Norte - 1.4. Valorização e Promoção Regional e Local

Projeto dedicado à criação de um fórum internacional de discussão e debate para a partilha de conhecimentos, métodos e informação sobre tendências atuais e boas práticas na utilização de tecnologias “mais limpas” e na sua aplicação e implementação em processos industriais.

 

 

Tech SME Partnering

FP6-INNOVATION INNOVATION-2005-1.2.3 Fostering coordination of national and sub-national innovation programmes. 

Com 12 regiões da Europa representadas num consórcio de 15 parceiros, este projeto europeu tem como missão reunir líderes em Investigação e Desenvolvimento de Tecnologia com Pequenas e Médias Empresas inovadoras e investidores, com vista ao estabelecimento de parcerias de valor acrescentado, tornando mais acessível e eficaz o desenvolvimento de alianças tecnológicas e investimentos.

 

Viver a Inovação

COTEC Portugal

 

Através do projeto Empreendedorismo U.Porto, a Universidade pretende oferecer a todos os membros da sua comunidade, sejam alunos, docentes ou investigadores, uma oportunidade de viver um processo de inovação e empreendedorismo.

 

 

FP7-PEOPLE-NIGHT

 

 

A Noite Europeia dos Investigadores (NEI) permite a cientistas e público geral conviverem num ambiente descontraído. A troca de ideias e experiências que a NEI proporciona pretende contribuir para a construção de uma imagem mais saudável dos investigadores junto do público e demonstrar que, afinal, a ciência não é tão complicada quanto se julga. 

Os projetos em que a U.Porto Inovação participou foram os seguintes:

  • Researchers' Night 2008 - SCIENTISTSACROSSPORTUGAL - Closing the gaps between researchers and the large public; 
  • Researchers' Night 2009 - SETTINGTHESTAGE - Setting the stage in Portugal: researchers and the public come together through theatre; 
  • Researchers' Night 2010 - SETTINGTHESTAGE II - Setting a New Stage in Portugal: Researchers and the public come together through Arts and Sports; 
  • Researchers' Night 2011 - SOS - Science on Screen

 

European Satellite Navigation Competition

Galileo-EGNOS Prize Award Scheme

 

O projeto ESNC pretende vir a ser a maior rede internacional de inovação na área da navegação satélite. A rede organiza anualmente um concurso que premeia os melhores serviços, produtos ou inovações empresariais na área da navegação satélite.

http://www.esnc.info/

 

GAPI 2.0

COMPETE/SIAC/2008

 

Promover a competitividade da economia portuguesa pela incorporação e valorização do conhecimento gerado por empresas, empreendedores e instituições do ensino superior e do sistema científico, através do fomento do empreendedorismo de base tecnológica e da promoção e apoio na utilização do Sistema de Propriedade Industrial (PI) junto dos referidos agentes económicos.

 

 

Erasmus para Jovens Empreendedores

CIP Competitiveness and Innovation Programme

 

 

O Erasmus para Jovens Empreendedores é um programa transfronteiriço que dá aos novos empreendedores, ou aos que pretendem sê-lo, a oportunidade de adquirirem conhecimentos para gerirem pequenos negócios, junto de empreendedores experientes, num outro país participante no programa. A troca de experiências ocorre durante a estadia com o empreendedor experiente, permitindo que o novo empreendedor adquira as competências específicas necessárias para gerir uma pequena empresa. O empreendedor de acolhimento beneficia de novas perspetivas sobre o seu negócio e tem a oportunidade de cooperar com parceiros estrangeiros ou adquirir conhecimentos sobre novos mercados. A estadia é parcialmente financiada pela União Europeia. Quer seja um novo empreendedor ou um empreendedor experiente, o programa poderá fornecer um forte valor acrescentado ao seu negócio: os benefícios possíveis incluem troca de conhecimentos e experiências, oportunidades de trabalho em rede em toda a Europa, novas relações comerciais ou mercados no exterior.

http://www.erasmus-entrepreneurs.eu/